Roberto Camasmie

Sobre o artista

Nascido em São Paulo, o artista plástico Roberto Camasmie tornou-se mundialmente conhecido por retratar celebridades internacionais. Polêmico na sua arte, ele provoca reações tão apaixonadas quanto adversas. Alguns acham que sua arte representa peças decorativas. E há os que o consideram um gênio que, como Balzac, faz o elogio do luxo e o transforma em linguagem artística.
Camasmie inicia sua carreira muito cedo: aos 13 anos e já aos 15, participa de uma exposição coletiva. Aos 17, em Paris, faz o retrato de Jaqueline Onassis. Aos 19, participa de salões internacionais na França e em Mônaco e de várias exposições em importantes galerias de São Paulo.
Entre suas obras mais conhecidas, destacam-se os retratos da Princesa Diana, da rainha Silvia da Suécia, da família real de Mônaco, das atrizes Sophia Loren e Catherine Deneuve, do tenor Luciano Pavarotti e do Papa João Paulo II.
Em1995, inaugura em São Paulo, a Galeria Roberto Camasmie, com retrospectiva dos seus 30 anos de trabalho. No ano seguinte, reúne retratos dos maiores nomes da arte brasileira: Portinari, Tarsila do Amaral, Manabu Mabe, Di Cavalcanti, Ismael Nery, entre outros, em sua galeria, na mostra ‘Retratos de Artistas Famosos’.
Em 2015, para comemorar seus 50 anos de trabalho, o artista cria o Livro Antiestresse, para colorir - “As mil cores das Deusas”, sua fonte de inspiração desde o início de sua carreira.
Sobre isso, Roberto Camasmie comenta: “O tempo é a minha matéria, minha ferramenta, minha visão e linguagem. Não a luta contra o tempo, mas a luta no tempo. E se é verdade que o tempo atual é o da fusão de todos os tempos, então eu quero simplesmente as minhas Deusas, retratadas para além do tempo coloridas com lápis de cor. As cores da alma e dos sonhos, porque elas são atemporais.”
www.robertocamasmie.com.br

Comente sobre o artista